22.1.09

Uma charge de João Zero

Um comentário:

guilherme mansur disse...

genial, joão zero!