8.8.09

Dica do Gerdal : Roda de samba da UNE, no Flamengo, homenageia Bucy Moreira neste sábado (grátis)


Com muito prazer, repasso a vocês o recado dos queridos amigos Lula Dias e Benjamin Cardoso, promotores, todo segundo e quarto sábados de cada mês, de uma concorrida e animada roda de samba, apoiada pelo pessoal da UNE, na Praia do Flamengo (informação abaixo). Hoje, 8 de agosto, a partir das 18h, uma oportuna e grata lembrança motiva o encontro: o centenário de vida que Bucy Moreira completaria no início deste mês. Sobre Bucy, recomendo a audição da entrevista dada por ele ao programa "MPB Especial", na TV Cultura (SP), em 1973. Criado e dirigido por Fernando Faro, além de produzido por J. C. Botezelli, o Pelão, foi relançado em CD numa daquelas caixas preciosas do Sesc São Paulo, com depoimentos de artistas da nossa música popular, para o citado programa, mais tarde continuado com outro título: "Ensaio".
Um bom sábado a todos. Muito grato pela atenção à dica.

O Canto da Fofoca apresenta
O samba une
Homenageando o sambista e compositor
BUCY MOREIRA
Sambista na concepção mais ampla da palavra, Bucy Moreira desde pequeno mostrou vocação para ritmo e composições, aprendeu com os melhores professores, e dentro de casa, com a reconhecida introdutora e codificadora do ritmo no Rio de Janeiro, a lendária Tia Ciata, sua avó. Nascido no primeiro dia de agosto de 1909, teve como padrinho outra figura da maior importância na música popular brasileira, o pernambucano criado na Bahia, Hilário Jovino, responsável pela criação de ranchos célebres do carnaval carioca. Tornou-se compositor e ritimista de fazer história. Foi descoberto por Francisco Alves que gravou sua primeira composição. Junto com Brancura, Ismael Silva, Baiaco e Mano Edgar, fundou a primeira escola de samba, a “Deixa Falar”, hoje Estácio de Sá. Sua forma de tocar instrumentos de ritmo fez escola, e a maneira de dançar o "miudinho" de forma magistral, tornaram-se suas marcas registradas. Como ator, participou do filme “Jangada” dirigido pelo diretor norte-americano Orson Welles. Seus maiores sucessos foram os sambas Não Põe a Mão, em parceria com Mutt e Arno Canegal; Quem Pode Pode, com Haroldo Torres; Porque é que você chora? com Ary Cordovil; Não Precisa Pagar, com Miguel Bausa e Francisco Fernandes;. Miudinho,com Monarco e Raul Marques.. Teve músicas gravadas por grandes intérpretes como Araci de Almeida, Carmen Miranda, Francisco Alves, Carmen costa, Bezerra da Silva, Elza Soares, Paulinho da Viola, Jorge Aragão e Fundo de Quintal, dentre outros.

Com participação especial de PECÊ RIBEIRO, ZORBA DEVAGAR,
BETO MONTEIRO, TANIA MACHADO, CARLOS ALBERTO PORTELA, ELIANE DUARTE, RÔCHINHA, dentre outros
sábado 8 de agosto a partir das 18 horas
Praia do Flamengo, 132
(entre Correia Dutra e Buarque de Macedo)
Cerveja gelada, caldinhos de ervilha e de feijão
ENTRADA GRATUITA

NR: A ilustra desta página feita por este blogueiro que vos fala é inspirada na exposição sensacional sobre a Vanguarda Russa (Virada Russa) no CCBB. Imperdível! Ficará aberta ao público até o dia 23 de agosto.

Nenhum comentário: