19.2.09

Dica do Gerdal : O mestre Heitor entre prazeres da arte popular no desfile da Alegria


De rica inserção no cosmo da nossa arte popular, o carioca Heitor dos Prazeres, crescido na área do Mangue, da Praça Onze e adjacências, será objeto de justa homenagem, neste carnaval, da escola de samba Alegria da Zona Sul. Embora mais lembrado na música popular do que na pintura, nesta, com seu naïf de cabrochas e malandros de pés alteados na ginga do samba e na ambiência da favela, logrou importantes feitos, como a participação em bienais em São Paulo, nos anos 50, e reconhecimento internacional, como o do MoMa, em Nova York. Sobrinho de Hilário Jovino Ferreira, o Lalu de Ouro, fundador do seminal rancho Rei de Ouros, introdutor do mestre-sala nese tipo de desfile, e frequentador da casa de Tia Ciata, Heitor esteve presente na fundação de várias escolas do Rio de Janeiro, como a pioneira Deixa Falar, a Vizinha Faladeira, a Mangueira e a Portela - à qual deu as cores azul e branco. Respeitado executante de cavaquinho, criou um método para o estudo do instrumento e, em 1939, ao lado de Grande Otelo e Josephine Baker, aparecia tocando no palco do então prestigiado Cassino da Urca. Da aproximação com Noel Rosa surgiu, de ambos, a clássica marcha "Pierrô Apaixonado", gravada pela dupla Joel e Gaúcho, e, com Herivelto Martins, compôs outra maravilha, "Lá em Mangueira", em 1945, um samba ouvido primeiramente nas vozes de Dalva de Oliveira e da Dupla Branco e Preto. Vencedor do I Concurso Oficial de Músicas para o Carnaval, dois anos antes, com "Mulher de Malandro", defendida por Francisco Alves, compôs a "Canção do Jornaleiro", evocativa de um dos ofícios da infância, e dele o cantor e pandeirista Pedrinho Miranda, revelação dos novos tempos da Lapa, regravou o protesto "Chega de Rock Rock". Com o "passarinheiro" Sinhô, "rei dos seus sambas", teve polêmica parceria, de que resultou, por exemplo, "Gosto Que Me Enrosco", de amaxixado sob medida para a interpretação do refinado Mário Reis. Pouco antes de falecer, em 1966, aos 68 anos, foi tema de um curta-metragem, dirigido por Antônio Carlos Fontoura, em cujas imagens aparece no seu ateliê, no Centro do Rio, e, à maneira de Ataulfo Alves, levando o seu samba com o apoio vocal de pastoras.
O Rio É um Prazer e de Prazeres Vive o Rio é o enredo com o qual a Alegria da Zona Sul homenageia o mestre Heitor dos Prazeres, sendo a primeira das 14 escolas de samba que vão desfilar na terça-feira de carnaval, a partir das 19h, pelo Grupo Rio de Janeiro I, ex-Grupo de Acesso B, na Marquês de Sapucaí.
Um bom dia a todos. Muito grato pela atenção à dica.
Nota da Redação: A linda pintura que ilustra e honra esta dica foi retirada do site oficial de Heitor dos Prazeres, cujo endereço é http://www.heitordosprazeres.com.br/hp/index1024.htm

5 comentários:

ana maria santeiro disse...

irei a essa desfile. grande idéia da Alegria da Zona Sul. ótimo texto!

abraço,
Ana Maria Santeiro

TS disse...

Caro Liber, gostei deste post; a pintura do Heitor é deliciosamente carioca; mas, argentino dirigindo bloco carnavalesco?!! (post anterior) Recebi um daqueles pps c/ o tema homônimo ao bloco: não te mando pq é meio pesado...

Só agora reparei: o cabeçalho voltou ao original - é melhor este.

Aviso:
nesta semana não sairá o meu "Palhaçada em Minas" pq estou mto ocupada.
Bom finde (pq sei q sua coluna não permite sassaricar).

LIBERATI disse...

Cara Ana Maria, o Gerdal bota os blocos na rua. E quanto ao texto, ele bota pra quebrar, é uma delícia.
grande abraço, volte sempre

LIBERATI disse...

Querida Tinê, mande o texto depois, esse carnaval sabe como é que é, "muito barulho por tudo"- um dia quero ver Shakespeare na Sapucaí, ou melhor na Rio Branco desfilando ao lado da Escravos da Mauá...O cabeçalho foi "retocado" pelo meu querido genro e minha filhota, Agora espero que eles montem meu site. Na verdade desisti do site. Novidades terermos em março.Quem sabe mais um blogue e outros penduricalhos.
bjs, evoé

Anônimo disse...

Genial dispatch and this post helped me alot in my college assignement. Say thank you you as your information.